Mesmo depois de 4 anos, o estilo de “Drive” ainda dá o que falar